Musical

Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Renault Financial Services apresentam

Peter Pan, o Musical

03 junho a 03 julho | 15 julho a 31 julho

Espetáculo já foi visto por mais de 200 mil pessoas

Um dos grandes sucessos do teatro nos últimos anos, ‘Peter Pan, o Musical’ retorna a São Paulo para uma curta temporada no Teatro Alfa, a partir de 03 de junho. A fábula do menino que se recusava a crescer, criada por J. M. Berrie, é cada vez mais atual e já foi vista por mais de 200 mil pessoas. Em 2018, essa montagem recebeu os prêmios Bibi Ferreira de melhor cenário, figurino e coreografia, além de vencer como melhor espetáculo no Prêmio Imprensa Digital. Os feitos desta produção, contudo, não pararam por aqui. O musical bateu recordes de vendas da história do Teatro Alfa, em São Paulo, e da Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. Esse clássico tornou-se referência na literatura, no cinema e também no teatro. A versão da Broadway de ‘Peter Pan’ ganhou uma montagem brasileira, com Mateus Ribeiro no papel título, em atuação consagrada pela crítica. O espetáculo tem direção de José Possi Neto, em uma produção da Touché Entretenimento.

A nova temporada tem dois nomes de peso estreando no elenco: o premiado ator Saulo Vasconcelos se divide entre o Capitão Gancho e o Sr. Darling e, no papel de Wendy, Carol Costa, vencedora do Prêmio Bibi Ferreira 2021 de melhor atriz coadjuvante.
Para interpretar o personagem, Mateus foi selecionado através de audições, que tiveram mais de 4.000 candidatos. A escolha não poderia ter sido mais acertada: Mateus ganhou os principais prêmios de melhor ator. No palco, estão também Pedro Navarro (Smee), Lia Canineu (Sra. Darling), Vinicius Teixeira (menino perdido) e grande elenco. A direção musical é de Carlos Bauzys.

‘Peter Pan, o Musical’ foi o destaque das premiações de 2018. Teve 10 indicações ao Prêmio Reverência (venceu melhor ensemble e Mateus Ribeiro foi eleito melhor ator), nove indicações ao Prêmio Bibi Ferreira (venceu melhor cenário, melhor figurino e melhor coreografia). O espetáculo foi eleito um dos três melhores musicais do ano de 2018, pela Folha de São Paulo, e teve 14 indicações ao Broadway World Brazil Awards 2018, além de vencer três categorias do Prêmio Destaque Imprensa Digital: Destaque Musical Estrangeiro, Destaque Ator (Mateus Ribeiro) e Destaque Coreografia (Alonso Barros).

A montagem de ‘Peter Pan’ é um sonho antigo da produtora Renata Borges, que já trouxe ao país outros clássicos, como ‘Cinderella’ (de Rodgers & Hammerstein´s), ‘Madagascar, uma aventura musical’, ‘Sim, eu aceito’ e ‘Como eliminar seu chefe’. “Estamos voltando porque o sucesso das primeiras temporadas foi imenso e o público pede por esse retorno há 4 anos.  Fizemos uma montagem com toda a grandiosidade que o espetáculo pede e isso só foi possível graças ao aporte da Renault Financial Service e da Eurofarma, que são empresas que investem na cultura do seu povo e com a qual temos parceria”. Renata complementa: “é uma versão original, feita com nosso talento. Trouxemos os técnicos de efeitos especiais e voos da Broadway. Não poderia estar mais feliz, além do imenso sucesso de público, conquistamos os principais prêmios da temporada teatral paulista, sem falar que o brasileiro precisa voltar a sonhar. E nada melhor do que pensamentos felizes!”.

A ficha técnica traz ainda nomes como Alonso Barros (coreografia), Thanara Schonardie (figurinos), Renato Theobaldo (cenógrafo) e Roberto Rolnik (cenógrafo assistente). A versão nacional é de Bianca Tadini e Luciano Andrey.

Sobre o Peter Pan

‘Peter Pan’ chegou à Broadway em 1954, e venceu três Tony Awards, incluindo melhor ator (Cyril Ritchard, o Capitão Gancho) e atriz (Mary Martin), que interpretou Peter Pan, seguindo uma tradição de mulheres no papel-título do espetáculo. No Brasil, porém, a montagem escolheu um homem para viver Peter Pan. O musical é uma adaptação da peça de J. M. Barrie, de 1904, (que gerou também o livro ‘Peter e Wendy’). A música do original da Broadway é de Mark Charlap (com música adicional de Jule Styne) e a letra é de Carolyn Leigh (com letra adicional de Betty Comden e Adolph Green).

Em 1979, houve uma remontagem na Broadway, indicada aos Tony´s de melhor atriz (Sandy Duncan) e melhor revival. Em 1990, o clássico retornou mais uma vez à Broadway, concorrendo ao Tony de melhor revival e melhor atriz, Cathy Rigby, que reassumiu o papel em uma montagem de 1998, também indicada ao Tony de melhor revival.
‘Peter Pan, o musical’ tem apoio da Verifone, Experimento (CVC), Abbraccio, Arysta, Windham, Dry Wash Lavanderia, Tomi Mobiliário Urbano e Caçula.

José Possi Neto

Um dos encenadores mais respeitados do país, José Possi Neto já dirigiu espetáculos como ‘3 mulheres altas’, com Beatriz Segall, Nathalia Thimberg e Marisa Orth; ‘Tartufo’, com Paulo Autran; ‘De braços abertos’, com Irene Ravache e Juca de Oliveira;  além de inúmeros musicais, como ‘New York, New York’,  com Alessandra Maestrini e ‘Mamonas’; e shows de cantores como Gal Costa, Simone e Maria Bethânia.

Touché Entretenimento

Tendo à frente Renata Borges, a Touché Entretenimento (antiga Fábula Entretenimento) vem se consolidando como uma das grandes produtoras de musicais do país: ‘Madagascar, uma aventura musical’, ‘Sim, eu aceito’ – com Diogo Vilela e Sylvia Massari; ‘Como eliminar seu chefe’, além da superprodução ‘Cinderella, o musical’, que foi visto por mais de 150 000 pessoas, em todo o Brasil.

Informações

Duração: 2h50 com intervalo

Classificação: Livre

Acessibilidade:

Ficha Técnica

Direção

José Possi Neto

Elenco

Mateus Ribeiro - Peter Pan

Saulo Vasconcelos - Capitão Gancho | Sr. Darling

Carol Costa - Wendy

Pedro Navarro - Smee

Lia Canineu - Sra. Darling

Vinicius Teixeira - menino perdido

e Grande Elenco

Direção Musical

Carlos Bauzys

Coreografia

Alonso Barros

Figurinos

Thanara Schonardie

Cenógrafia

Renato Theobaldo

Cenógrafo Assistente

Roberto Rolnik

Versão Nacional

Bianca Tadini e Luciano Andrey

Outros Espetáculos